e nada do vizinho me dar bola. passa por mim, sorri, brinca, fala bobagem, mas não baixa a guarda. sigo olhando sua boca recheada e cresce a tentação de morder aquele sorriso delicioso. a essas alturas nem sei mais se ele desconfia que me tenta dessa forma.

um dia desses pego ele por um desses corredores escuros e ataco. será que ele resistiria? será que retribuiria polidamente e nunca mais me olharia? ou será que iria finalmente se render e me envolver num daqueles abraços apertados e cheios de urgência, segurando minha nuca e mostrando quem tem a força?

dúvidas. muitas dúvidas….

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s