às vezes eu não deveria pensar tanto. mas tenho escrúpulos… fazer o quê? o fato é que algumas vezes eu realmente acho que deveria seguir meus impulsos, fechar os olhos e não pensar em nada, sequer no minuto seguinte.

hoje foi um dia desses. não sei o que passou, e até acho que é coisa da minha cabeça, que estou vendo coisas onde elas não existem. mas deixei uma certa eletricidade no ar, um abraço que não queria largar por nada, um carinho que não fiz porque tive medo.

medo de cometer um erro e envolver um coração que prezo na minha vida confusa. sim, porque se profissionalmente as coisas estão todas amarradinhas, corretinhas e muito bem encaminhadas, na amorosa o caos impera absoluto. será que posso deixar-me levar pelo desejo, por esse clima tão bom de não querer ir embora de modo algum tendo um coração tão vagabundo? nem eu mesma sei o que sinto muitas vezes e mesmo que saiba, está sujeito a mudanças bruscas e inexplicáveis.

fiquei na dúvida. e com um aperto no coração. realmente não queria ir embora daquele abraço tão bom. faz tempo que não tenho um abraço tão cheio de um afeto novo. balançou meu coração solitário.

posso estar fantasiando? a solidão faz isso com as pessoas, às vezes…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s