estava pensando no quanto a vida se desdobra por caminhos que não supomos quando começamos a caminhar. eu que vivo enrolada nas redes de tantos amores fugazes novamente me vejo caindo em uma rede mais sutil, da qual é mais difícil soltar as nadadeiras sem que se machuquem.

tenho um coração vagabundo que a cada dia adormece com os mesmo sonhos, preenchidos por personagens diferentes. já amei tantos amores distintos por tempos tão curtos que a memória nem sabe mais se os registra mesmo como amores.

amei um longo sonho de encontros e desencontros que era mais o amor de uma sombra e um desejo que de algo concreto. e o amei por longos anos de suspiros e canções desesperadas, mais pelo prazer melancólico de ter um amor impossível do que pela criatura amada que em verdade eu acho que nunca conheci. por longos anos de uma adolescência intensa como cores crepusculares cultivei as lembranças dos meus beijos mais inocentes.

ao mesmo tempo que me comprazia amando esse bem-querer impossível, amei outras paixões menores que duravam apenas o tempo de me inspirar um ou dois poemas para logo se despedaçarem na lembrança do amor maior que sempre retornava mais vívida a cada princípio de desinteresse ou fracasso. quantos poemas essas idas e vindas renderam! ainda agora posso dizer qual das minhas paixões febris inspirou cada um deles, mas sinto que a cada dia esqueço um pouco os nomes dos meus amores e a maior parte deles nunca se soube amado.

e então tropecei, por assim dizer, naquele que foi o amor maior. chegou como um outono dourado e manso que aos poucos se instala no aconchego de cobertores que se avolumam. tépido como uma tarde de maio e quase sem perceber, tão imprescindível quanto um longo inverno para amarelar as folhas que não podem ser verdes sempre sob pena de perderem metade do encanto mutante da natureza.

quatro outonos esse amor habitou meu coração como vento fresco que amorna o verão. tempos em que aprendi o valor

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s