férias. finalmente estou de férias. incrível como essa palavrinha pequena brinca na minha boca nas últimas três semanas. o ar saindo com um lebre dobrar-se do lábio inferior e depois um estalar gostoso da língua perto dos dentes e batendo de leve no céu da boca. FÉ RI AS.

pois depois de cinco anos trabalhando intensamente, reservei 10 dias da minha vida para não fazer nada num pequeno pedaço do paraíso. Palmas, em Santa Catarina.

indicação de uma amiga, que mora em Brusque. minha xará jurou que eu ia gostar de Governador Celso Ramos. segundo ela, qualquer praia de lá é adorável e eu descansaria muito. pois escolhi pela internet um pousada qualquer, a mais barata entre as decentes que pude pescar e fui. aportei em Palmas. tão pequena e pouco conhecida que nem cartão postal tem.

quarenta minutos de caminhada pela beira-mar dão conta da prainha, abraçada por morros cobertos de mata atlântica bastante preservada em muitos pontos. as pontas dos morros da serra do mar se estendem molemente mar adentro de um jeito bonito de ver. e nas pontas, muitas pedras. sim, pedras. meu cunhado diz que sçao rochas, porque pedra é aquilo que a gente (não!) joga em cachorro. mas as rochas parecem ter sido jogadas ao acaso até o mar, como pedras atiradas por um guri que se distrai olhando a água esmeralda.

pra onde você olha enxerga ou mato ou água. me apaixonei completamente. assim que revelar as fotos, conto mais do lugar. vou curtir minha última semana de férias no Peru. mas essa história eu conto só depois.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s