closer. é bom para pensar no quanto fazemos dar errado as coisas que têm tudo para dar certo.

não consigo parar de pensar na música do filme, the blower’s daughter. a vida parece curta para remendar as coisas. penso no amor que deixei de amar, most of the time.

o único dos meus amores que dói. o único que merece ser chamado de Amor, que chegou perto demais. nos encontramos quando precisávamos de nós, precisávamos urgentemente de Amor, de confiança e entrega.

perdemos a confiança, perdemos a entrega, perdi o Amor. and so it is. como o romance de Alice-Jane, que um dia não pôde mais dizer a verdade nem mentir. que um dia simplesmente não pôde mais ser Amor.

life goes easy on me, most of the time. não sei se queria tudo de volta. mas sei que quero sentir todo aquele amor outra vez. com toda a sua entrega. com toda a sua intensidade.

i can’t take my mind off of you. meu coração precisa saber como você está, Lourenço…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s