ninguém merece

já viajei pra Amazônia peruana, onde passeei por um bosque fechado de mata primária, hoje moro na Amazônia Legal, onde volta e meia vou pro rio ou pro mato e não peguei nenhum vírus ou bactéria tropical. mas bastou viajar para uma cidade grande de outro país pra ser atacada por uma bactérias feroz – resistente a amoxicilina, a cretina! – que me deixou TRÊS dias a nocaute. para mim, claramente uma mostra de como as cidades podem ser doentes. cruz-credo, pé-de-pato, mangalô, três vezes cada!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s