eu não vim até aqui pra desistir agora…

outros tempos, novas coisas, tudo muda rápido demais… cá estou encaixotando minhas coisas, lembrando da história de cada uma delas, os momentos em que li este livro, quando usei aquela blusa, porque faz tanto tempo que não pego este e outro objeto.

peso as coisas que levo e as que deixo e não é possível não pensar em outras mudanças, lembrar de outros dias em que encaixotei meus livros e minhas roupas. cada vez uma história, cada momento com suas lástimas e anseios. partir, deixar, levar e buscar são verbos cuja conjugação é cada vez mais complexa.

tudo quase pronto, alguns espaços vazios, outros que não sei como serão preenchidos e esse gosto de estrada que já me viciou. evito, mas a pergunta volta: até onde essa estrada me levará?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s