noite

ok, eu sou bairrista sim, reconheço. mas não tenho culpa de ter crescido na cidade mais encantadora desse país, não tem como não ficar na referência todo o tempo…

bem, o caso é que este final de semana descobri em Campo Grande um lugarzitcho muito bacana, que me fez sentir de volta a Porto Alegre. é o Instituto de Música Popular. um projeto independente, pelo que me disseram. é uma escola de música, que funciona numa casa com cara de casa antiga. o salão de apresentações nada mais é do que um aconchegante e pequeno jardim, metade coberto, metade ao relento. uma delícia de lugar, tudo muito caseiro e aconchegante.

o programa era um sarau musical com Rodrigo Sater, até então ilustre desconhecido. o moço é irmão do outro, que todo mundo conhece. canta muito bem, toca que é uma delícia e me fez ir às lágrimas com uma música muito linda durante a apresentação, que copio logo abaixo.

a noite foi uma delícia, pouco mais de uma hora de apresentação, violão, baixo e bateria (aliás, o baterista era uma figura muito engraçada, fazendo muitas caras e bocas, totalmente entregue à delícia de tocar). o som daqueles bem equalizados e na medida certa, em que você percebe todos os instrumentos e ainda consegue compreender o que a criatura canta.

acho que talvez essa seja uma das minhas maiores decepções constantes com lugares com música ao vivo: em geral o som é alto demais, você ouve melhor do lado de fora e a bateria é um despespero que se sobrepõe a tudo. ouvir o que a criatura cantando? só com algum esforço. não foi o caso do IMP, uma agradabilíssima surpresa para uma noite enamorada de sábado.

lamentei apenas que eles não tem um serviço de newsletter para manter frequentadores informados sobre a programação. é o tipo de lugar que me agrada muito muito ir.

abaixo segue a letra da música linda e apaixonada que ouvi com a cabeça recostada no ombro do meu amor lindo e o link do YouTube para ver o gajo tocando.

………………………………..

Te Amo em Sonhos

Almir Sater, Rodrigo Sater e Paulo Simões

Toda minha vida esperei você
Inventando estórias sempre imaginei
Quanto tempo na memória eu te desenhei
Te amo em sonhos e é como um lindo amanhecer
Toda minha vida pude perceber
Que a verdade insiste em aparecer
Se as palavras forem ditas e se a gente crer
Te amo em sonhos e é
Como um livro bom de ler
Sei dos seus desejos e do seu prazer
Onde estão seus medos posso entender
Só o tempo sabe agora e como vai ser
Eu canto em sonhos pra teu sorriso merecer
Já não há motivos nada a temer
Olhe em sua volta e você vai ver
Que é aqui, chegou a hora pode aparecer
Eu amo, eu canto, eu sonho, eu vivo pra você

YouTube it!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s