Cuiabá, cálida e amável Cuiabá

9h42 min, 32°C, Sol, Vento leste a 3 km/h, Umidade relativa do ar em 24%. pra quem não se liga na previsão do tempo do Jornal Nacional, essa é a cálida e amável Cuiabá, coberta de fumaça, sem estrelas e sem céu azul.

eu moro a dois quarteirões do escritório e no caminho entre uma coisa e outra, fiz algumas paradas para resolver pequenos problemas domésticos. primeira parada: loja de ferramentas.

Eu: Bom dia, eu preciso de um parafuso igual a este aqui
Atendente (sorrindo sem graça): Desse a gente não tem..
Eu (cara de pasma): É que esse caiu da minha cadeira e eu quero consertar
Atendente: Desse tipo a senhora só vai encontrar na Casa do Parafuso, lá depois do Coxipó
Eu: Ah tá, obrigada.

o Coxipó é do lado contrário da minha rota diária, ou seja, sem parafuso para consertar a cadeira do escritório. nunca me imaginei dizendo isso a sério, mas preciso aprender a dirigir e comprar um carro! parada número dois: afiador de alicates, no estacionamento do mercado.

Eu: Bom dia, eu preciso afiar meu alicate
Atendente: O rapaz que afia saiu
Eu: (cara de decepção)
Atendente: Daqui uns 20 minutos ele tá de volta, e é só ele que sabe afiar
Eu: Ah tá, obrigada.

será que nada vai dar certo hoje? mas que porcaria, acordei com o pé esquerdo! não, não posso ter acordado com o pé esquerdo, afinal, foi Augusto que me acordou hoje, por telefone, já que eu fiquei sem o despertador do celular que esqueci no escritório ontem…. hum… me ocorrem sinais…

terceira parada: mercado. comprar café, açúcar e sabão pro escritório. aproveitei e antes de entrar no mercado comprei uma garrafinha de água de coco, tirada na hora, uma das delícias que eu sempre preteri e aqui aprendi a gostar muito (acho que sempre haviam me oferecido cocos amargos até então). a moça me atende com o péssimo humor característico do comércio dessa cidade. estou me convencendo de que minha amiga paraense Kátia tem razão: o calor deixa as pessoas mal-humoradas.

no mercado tudo normal. achei sabão de glicerina que eu quero acreditar que é realmente só de glicerina como diz na embalagem, sem xenoestrogênios. achei café orgânico, com selo do IBD, mais caro, mas sem dúvida vale a pena.

de lá pro escritório, o mercado é quase no meio do caminho. chegando aqui, a porta por onde sempre entro está fechada. é férias, os funcionários estão de greve e o segurança achou melhor deixar só uma das portas abertas, justo a que me faz caminhar mais, dando toda a volta no prédio…

a ver o que me espera no resto desse dia que começou tão suave.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s