andei arrumando as coisas no blogue, categorizando os posts pra achar minhas poesias perdidas em tantas páginas… bem, está tudo marcado agora.

fiz isso porque semana passada fui no lançamento do Cidade Poema e lembrei que eu já tive um poema no ônibus e um selecionado num concurso da Ufrgs que deveria ter sido livro, mas ficou só no pôster.

daí fui catar esses poemas nos meus arquivos digitais velhos e, claro, não encontrei. encontrei muita coisa de antes dos meus 20 anos, que são de chorar por falta de lirismo e excesso de dramalhão mexicano. mas achei um mais recente, de 2003, que vale a pena publicar aqui:
.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

Me devolve o beijo
que ficou no pensamento
porque talvez essa seja a chave
para a paz perdida na tua conversa

Me devolve o beijo prometido
em brincadeiras, aquele
que ficou no brilho do teu olhar
no teu riso maroto de quase bêbado

Dá cá esse beijo de desassossego
que já me toma os pensamentos
como revoada de pássaros no fim da tarde

Volta já com esse beijo roubado
dos meus desejos, que é maldade
brincar assim com meu coração solitário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s