poucas mudanças

nestes últimos dias consegui finalmente ter uma rotina. é assim: um turno no hospital, dois turnos dormindo, dos turnos estudando, um turno no hospital… e assim vai. segunda-feira volto para casa e para o aconchego do abraço do meu amor. minha vó segue uma hora muito mal, uma hora um pouco melhor. os médicos já não têm muito o que nos dizer além de que ela é uma senhora de quase um século vivido e, nessa idade, tudo é mais complicado.

não sabemos o que vai acontecer amanhã, então programamos uma rotina e vivemos um dia de cada vez. talvez essa seja a lição que eu tinha que aprender agora, batendo na porta dos meus 30 anos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s