Maus exemplos na classe política de MS

Parece que parte da classe política de Mato Grosso do Sul não sabe o que é decoro político.

Primeiro foi um folder de mal gosto do governo e da prefeitura, sob o comando de Nelsinho Trad e André Puccinelli, respectivamente (ambos PMDB) que desqualificava a concorrente Cuiabá. A peça ressaltava os problemas ambientais de Mato Grosso com o desmatamento, o que é no mínimo hipócrita em se tratando de um estado que não liga a mínima para a conservação do Pantanal. Depois criticava o fato do aeroporto de Cuiabá ficar na vizinha Várzea Grande, enquanto Mato Grosso do Sul possui três aeroportos internacionais. Como assídua frequentadora dos de Várzea Grande e Campo Grande, posso afirmar que o de MT é maior e melhor. Ainda afirmava que Mato Grosso possuía índices de violência altíssimos, como se jagunçagem existisse só lá. Na época, o folder pegou mal e mereceu uma resposta bem mais elegante do Blairo Maggi.

Depois veio a lamentável declaração do excelentíssimo governador Puccinelli chamando o então ministro do Meio Ambiente Carlos Minc de maconheiro e veado e dizendo que se ele fosse a Campo Grande iria estuprá-lo em praça pública. Nas disputas políticas sobre a conservação do Pantanal, faltaram argumentos técnicos, econômicos e políticos ao governador. Minc não processou Puccinelli como poderia, e limitou-se a afirmar elegantemente que o governador é um desequilibrado. Puccinelli teve o descaramento de pedir desculpas dizendo que não pretendia ser agressivo e foi mal interpretado. Hein?

Agora o deputado federal Nelson Trad pai, também PMDB, agride uma equipe de televisão do CQC dentro do Congresso Nacional. Dentro do Congresso!! Danificou o equipamento do cinegrafista, bateu nele e empurrou a moça que o entrevistava. E ainda teve coragem de achar que fez certo.

Sério, como pode gente desse tipo estar no poder? Não importa a legenda, seriedade, respeito e bons modos são cruciais para qualquer político. Estou vendo que vai ser complicado votar em Mato Grosso do Sul.

One response to “Maus exemplos na classe política de MS

  1. Pingback: Os números de 2010 | venusemcrise

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s