Jornalistas que cobrem enchentes, virem o disco!

no meio da redação final da dissertação, não tenho tempo de fazer um texto com a dignidade que o texto de uma ecojornalista deveria ter, mas não posso perder o timming de comentar o desastre ambiental detonado com os temporais no Sudeste.

ontem vi no JN uma repórter louvando o prefeito que mandou um carro de som rodar a cidade duas horas avisando que vinha chumbo grosso e resultou que lá, ninguém morreu. ela esqueceu de apontar que essa excepcionalidade deveria ser regra, procedimento padrão das defesas civis em todos os níveis. isso para não falar da obrigação dos administradores de barragens de treinar a população a jusante para o que fazer em casos de rompimento ou abertura incomum das comportas. alguém faz? desconheço.

com que antecedência se pode prever um temporal nessas proporções? com base nessa resposta as defesas civis deveriam ter um plano claro, prático, testado e amplamente conhecido de aviso à população. em Cuba, aquele paisinho que xingamos de comunista atrasado, tem um sistema muito eficiente de alerta de furacões que todos os anos salva muitas vidas na ilha. que tal um media trainning com eles pra ver como se faz defesa civil de qualidade e jornalismo de utilidade pública decente?

nossa Defesa Civil é boa de planos, basta olhar os documentos disponíveis nos sites dos governos federal e estaduais. eu fiz isso há alguns anos atrás. temos um sistema integrado, as cadeiras estão bem marcadas, mas baixo orçamento e gerência ineficaz ou mal treinada. está mais focada em atender vítimas do que evitar que elas existam.

quando foi a última vez que você foi convidado a participar de um treinamento de evacuação em caso de incêndio no edifício onde trabalha? de enchente daquele rio perto do seu condomínio? de explosão naquela  fábrica de produtos químicos ali no distrito ao lado?

alertas sérios e bem detalhados teriam permitido que aqueles que tinham juízo e um lugar onde ir tivessem deixado suas casas carregando roupas, documentos, fotos e animais de estimação a tempo. teria sido melhor, mesmo que fosse pra voltarem meio putos pra casa intacta. avisos bem feitos e constantes em cadeia nas televisões e rádios, como aquele prefeito fez com o carro de som, teriam salvado quantas vidas?

se a mídia comercial não é competente para fazer isso em conjunto com o poder público, que se use a prerrogativa de entrar em cadeia nos veículos de rádio e televisão, dado que o sinal é concessão pública. assessorias de imprensa qualificadas nesses órgãos dariam conta do recado, uma vez que nossos colegas melhor pagos não dão.

a imprensa comercial, especialmente a de grande porte, tem se mostrado inútil para ajudar a população nessas horas. jornalistas catatônicos com o drama humano – não se enganem, todo jornalista sabe que é isso que dá picos de audiência – esquecem de abordar os aspectos ambientais e políticos da catastrofe que se repete.

morros desmatados e/ou cobertos de pinus desmancharam em Santa Catarina em 2007. um lixão “escondido” derreteu no Rio de Janeiro há um ano. e as secas que arrasam lavouras com cada vez mais frequência no Rio Grande do Sul são apenas outro lado da mesma moeda. faz três anos que a Embrapa já avisou que as mudanças climáticas iam alterar o zoneamento agrícola no país.

o que faremos daqui pra frente? seguiremos rogando misericórdia divina ou vamos aprender a conviver com o clima que alteramos?

Anúncios

One response to “Jornalistas que cobrem enchentes, virem o disco!

  1. Excelente sua colocação Gisele! Estamos fartos de tanta demagogia e de tanta gente e instituições simplesmente lucrando com a desgraça alheia!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s