O ar entra em pequenos e rápidos goles em seus pulmões cansados. Na soleira do meio do dia parece juntar os pensamentos enquanto aninha seu cigarro como um palheiro que se apagará com o vento que não sopra agora. Estará pensando nas tantas boiadas que levou vazantes afora? Na faca que se perdeu de sua cinta? No tempo que lhe consumiu as carnes e o vigor deixando a pele a se enrugar sobre os ossos miúdos? Talvez apenas espere o próximo ônibus como todos os outros, a pitar, suar e olhar para o nada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s