Cantareira – Núcleo Engordador

São Paulo tem água e floresta. e dá pra chegar nelas de ônibus, tranquilamente. uma visita ao Parque Estadual da Cantareira é obrigatória para todo mundo que mora aqui. passamos um sábado totalmente relax e encantador no Núcleo Engordador. já na chegada somos recebidos pela Marcela Bandini, coordenadora do Núcleo, em uma sede super gracinha. o centro de visitantes, construído em madeira, dá uma sensação de casa de campo, bucólico, agradável aos olhos e aos sentidos.

2016-10-29-11-49-05

o parque protege hoje a região que proveu o primeiro sistema de abastecimento de água da cidade. a primeira parada da Trilha da Cachoeira é justamente na Casa da Bomba. inagurada em 1903, expõe os dois sistemas de bombeamento, inicialmente a carvão e depois a óleo. é estupidificante pensar São Paulo queimou combustíveis fósseis pra levar água para a cidade durante meio século – o sistema foi desativado em 1949, depois de uma explosão. os dois motores, um igual aos das locomotivas e outro de navio, são impressionantes. a gente fica lá imaginando como isso funcionava, o calor, as pessoas, a revolução industrial levando água para a cidade.

aí a gente entra na trilha, que é auto guiada. não damos nem 10 passos e a cidade desaparece. estamos do lado da rodovia Fernão Dias e não ouvimos uma buzina, um ronco de motor sequer. é silêncio e passarinho. a mata invade nossos sentidos com cheiros, sons. o ar muda completamente, é úmido, fresco, tão bom de respirar que a gente até estranha.
2016-10-29-12-04-14
a trilha, circular, tem 3km no total e passa por três quedas d’água: Tombo, Engordador e Véu. é uma trilha bem sinalizada e segura, de nível fácil para médio. tem umas pequenas subidinhas e uns trechos que podem ficar escorregadios depois de uma chuva, mas não requer muito preparo físico. nós fizemos ela em quase três horas, mas não pela extensão ou dificuldade. fomos bem devagar, contemplando a paisagem, parando para respirar e ouvir, alternando uma boa conversa com períodos de silêncio contemplativo.

na cachoeira do Engordador nós paramos para curtir o sol, enquanto um grupo pequeno fazia fotos de uma linda gravidinha dentro da água, pouco mais adiante. não entramos na água porque estava muito gelada, mas é balneável e permitido entrar. paramos mais adiante, em um gramado perto dos antigos encanamentos do sistema de abastecimento, para um pique nique.

2016-10-29-11-55-57

na cachoeira do Véu também é permitido banho, mas quando chegamos nessa já tinha uma família grande lá se divertindo e não entramos também. de volta, descansamos um pouco no centro de visitantes e fizemos a Trilha do Macuco, pequena, de 700m, que dá a volta nos dutos que levavam água para a cidade.

o núcleo ainda tem parque para crianças e área de pique nique. Marcela nos contou que no verão, nos finais de semana de sol, o parque enche, lindamente, de famílias, crianças e turistas.

2016-10-29-11-51-00

serviço
o que: Núcleo Engordador – Parque Estadual da Cantareira

onde: São Paulo – capital (22km do Centro)

melhor época: qualquer uma, mas fazer a trilha das cachoeiras com chuva pode ser perigoso
quanto custa: R$ 13,00 por pessoa no parque; gastamos mais R$ 40 de uber na ida, partindo da Estação Tucuruvi (porque o google errou a entrada do parque) e voltamos de ônibus até a Estação Santa Cruz. não tem desculpa pra não ir.

como fazer: trilhas autoguiadas, mas pode-se agendar um roteiro guiado no parque
para informações: http://www.ambiente.sp.gov.br/parque-da-cantareira/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s