eu gosto de Natal, mas não deste aí

merry_xmas_by_grinch_by_chilin

esta semana meu namorado disse que não entendeu por que exatamente eu não gosto de natal. a minha casa não tem árvore de natal, as renas iluminadas no jardim do meu condomínio me incomodam. as musiquinhas de natal em todas as lojas em que se entra me irritam. felizmente este ano a crise pegou e a Paulista está livre daquela decoração ridiculamente cara que faz o trânsito ficar ainda pior do que já é.

de fato, eu não gosto de nada disso. mas eu gosto de Natal. é que para mim, nada disso significa Natal. eu gosto do sentido espiritual do Natal: o nascimento de um grande profeta que nos deixou uma mensagem de solidariedade e amor incondicional. o resto todo não tem nenhuma correlação cultural comigo hoje.

a gente montava árvore de na casa da minha mãe. no começo de dezembro a gente pegava a caixa de decoração, revisava o que ainda estava bom, separava o que estava desbotado ou quebrado, comprava o que precisava de novo. geralmente no primeiro sábado do mês a gente limpava a casa e, juntas nós três – eu, a mãe e minha irmã – montávamos a árvore de natal. minha mãe pendurava nela todos os cartões de Natal que a gente recebia de amigos. era um ritual familiar.

minha vó também tinha esse ritual. ela plantava um pinheirinho todos os anos em determinada época para poder colher ele em dezembro e montar a árvore. era importante pra minha mãe e para minha avó. fazia sentido não pela árvore, mas pelo ritual. minha vó já partiu desse plano e não moro com minha mãe há mais de 10 anos. não faz sentido hoje gastar com uma árvore.

se eu tivesse crianças em casa, esse ritual faria sentido, mais uma vez. é uma dimensão celebrativa que reforça laços familiares. isso é importante. a rena no jardim de um condomínio em que não sei o nome de nenhum vizinho é um ritual vazio de sentidos que desperdiça energia elétrica e matéria prima.

eu também não entro mais no ritual dos presentes. não faço questão de ganhar, não faço questão de dar. não faz sentido para mim ter que dar um presente pra alguém só porque é Natal.

considero presente um ato de carinho generoso que faço para pessoas que gosto. este ano roubaram o celular da minha irmã na rua. fiz uma surpresa e mandei um de presente pra ela pelo correio. faz um mês ou dois, estava numa loja de coisas pra casa e vi uma caneca fofa com um pug. uma amiga que amo muito tem dois pugs e a caneca era a cara dela. comprei e dei de presente. poderia ter guardado pro aniversário dela, que foi há uma semana, mas considero que o bom do presente é você ser lembrado sem motivo e não porque há datas em que se costuma dar presentes mais por hábito do que por amor. meu amor pelas pessoas não tem dia certo pra se expressar.

então, Feliz Natal pra quem é cristão.

 

crédito da imagem: http://royaltutorial.com/how-the-grinch-stole-christmas-fan-art/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s